ABZ 2009

Nesta edição especial de verão, a South Star Magazine traz uma de nossas matérias mais tradicionais: o ABZ, um alfabeto de tendências. Em algumas oportunidades, o amigo de outros verões Julius Rigotto apontou para nossos leitores o que seria tendência para a temporada. Para homenageá-lo e ajudar nossos leitores com os must haves das quatro estações, a equipe e colunistas South Star elegeram alguns objetos, pessoas e idéias que farão a cabeça de todos em 2009. A de Apple. Mesmo sem o mito Steve Jobs, a empresa de tecnologia continua a ser a fantástica fábrica de chocolates contemporânea. O Iphone é exibido como uma jóia pelos felizardos proprietários. Mesmo sob alguns olhares desconfiados, certamente alguns Iwishs virão em 2009. Para conter a onda de dúvidas sobre o futuro da empresa, Jobs tratou de escolher um nome de sua confiança, Timothy D. Cook, o mesmo que ocupou o cargo há cinco anos no primeiro afastamento do CEO. B de Butterfly. O modelo de óculos da Prada virou febre na Europa e Estados Unidos e promete permane- cer por um tempo nos rostos das jett setters. C de coral. É a cor do verão 2009. Outra tendência importada das passarelas européias, está presente em todos os looks da saída de praia ao vestido e acessórios para noite. A Gucci acaba de lançar a bolsa New Jackie Large, apostando em um tom coral avermelhado D de Dubai. Muito já foi falado sobre a cidade dos Emirados Árabes Unidos, sobre as obras que a ousadia, combinada com petrodólares, pode fazer. Entretanto, um terço de todos os guindastes do mundo se encontram trabalhando em projetos que certamente manterão o mundo com cara de espanto por muito tempo E de energia renovável. O planeta pediu e nós, tardiamente, nos demos conta da necessidade da autosustentabilidade. A utilização de recursos combustíveis e energéticos com possibilidade de renovação é uma das grandes esperanças na busca pelo equilíbrio ambiental. F de Facettes D’Or. O esmalte da Chanel ganhou edição especial inspirada na decoração do lendário apartamento de Mademoiselle Coco, na Rue Cambon. O produto promete ser uma coqueluche pela elegância dourada, outra cor da estação G de Gastropubs. Tradicional na Irlanda e Inglaterra, a receita de equilíbrio perfeito entre boa gastronomia e clima de bar deve ganhar ainda mais adeptos no Estado. Entre os melhores exemplos, Chairs Resto Lounge e Dado Bier GastroPub. H de House Music. A batida 4/4 tomou conta de todas as festas em 2008 e deve ter longa vida. Com isso, o Rio Grande do Sul cada vez mais se torna um pólo de atração para os maiores nomes da House. I de Índia. Se a moda hippie chick já prometia voltar com força, se soma ao bombardeio indiano dos próximos meses. Como não poderia deixar de ser, a novela “Caminho das Índias”, já nos primeiros capítulos, influencia a moda das ruas J de Jurerê Internacional. A praia se tornou um dos points preferidos e mais cobiçados do Brasil. Quem conhece sabe: é sempre tendência. K de Kitesurf. Aqueles que ainda não experimentaram não devem perder mais tempo. O esporte não para de crescer e arrebanhar novos adeptos à mistura de surf e vela. Com uma pipa (também chamada de papagaio), muitas manobras e saltos impensáveis, antes dos irmãos Legaignoux desenvolverem a técnica, podem ser realizados com a ajuda do vento. Perfeito para refrescar no verão escaldante e divertir, com um long john, em todas as estações. L de Louis Vuitton. A marca acaba de reeditar um de seus maiores sucessos, a coleção Monogram Graffiti. As bolsas, produzidas pelo ícone da arte Stephen Sprouse em colaboração com Marc Jacobs, estouraram em 2001. Elas chamaram a atenção por combinarem o clássico layout Vuitton com graffitis. A releitura tem uma novidade que promete um novo sucesso estrondoso: a arte é toda em néon. M de Mercedes-Benz Smart. Este ano serão vendidos oficialmente no Brasil os Minis da marca pertencente à montadora alemã. Os carros chamam a atenção por onde passam pelo tamanho supercompacto e já conquistaram até mercados conservadores como o francês. Em breve deve estar disponível o modelo FotTwo, com dois lugares, motor 1.0 e velocidade final de 145 km/h. O carrinho com 2,69 metros de comprimento e pouco mais de um metro e meio de largura já vendeu mais de um milhão de unidades no Velho Continente. N de Netbook. Pequenos, simples e práticos, os netbooks ganharam força em 2008 e devem ser um dos filões do mercado de informática este ano. Com telas entre sete e dez polegadas, teclado completo, boa conectividade e editor de textos, o produto foi bem aceito por executivos e profissionais que necessitam de um computador secundário. Gigantes como Sony e HP entraram de cabeça nesse mercado. O de Obama. Primeiro presidente negro dos Estados Unidos, Homem do Ano 2008 pela revista Times e esperança de mudança para o povo mais poderoso do mundo, esse é Barack Obama. Mas Obama ultrapassou os limites da Casa Branca e se estabeleceu como um verdadeiro fenômeno pop. A prova disso é a união do presidente ao Homem-Aranha para livrar o mundo de um supervilão, nos quadrinhos, é claro. Na vida real, em 2009 ele tem as duras missões de enfrentar a crise financeira que abate o país e atender a todas as expectativas, e sem nenhum super-herói para ajudar. P de Plataforma de Atlântida. É onde tudo acontece no verão gaúcho há muitos anos, e neste é não é diferente. Nos encontramos lá. Q de Quentin Tarantino. O cineasta americano promete repetir o sucesso de Kill Bill, volumes 1 e 2, com seu novo projeto, Inglorious Bastards. A produção, que deve contar com Brad Pitt, é uma história sobre a Segunda Guerra vista sob o peculiar ponto de vista de Tarantino. R de Retrô. Forte há algumas temporadas, a moda retrô será forte em 2009. No verão o must have são as modelagens com referências à década de 60, utilizadas por diversos estilistas, como Nana Carana. Nas estações frias deve-se misturar as décadas de 40 e 50 com detalhes futuristas. Essa tendência também invadiu a moda esportiva e as camisetas de craques do passado soam uma grande pedida. S e Slow. O movimento Slow nasceu em 1986 na Itália, mas ganha força no cenário atual. Representa a filosofia de uma vida mais desacelerada e prazerosa, com mais qualidade. Soma-se outro movimento, o Slow Food, em contraposição à era do fast food na qual vivemos. Não é necessário fazer parte de nenhum movimento organizado, mas em alguns momentos é preciso pisar no freio e, sem pressa, curtir a vida. T de Tranças e Texturas. Duas das principais pedidas para o cabelo das belas em 2009. As tranças em suas variadas formas, inclusive no topo da cabeça no estilo camponesa, estão em alta. Mas a grande sensação é abusar das texturas. Com mousses e sprays, o segredo é apostar na individualidade e ousar. U de Único. Quem não gosta da sensação de exclusividade, da sensação de usar algo único. Por isso, tanto produtos top, com poucas unidades produzidas, quanto personalizados são muito procurados. Pode ser um dos 50 Maserati MC12 fabricados ou uma camiseta customizada, o que importa é a individualidade impressa na atitude. V e Vinil. A moda retrô não se limita a roupas e acessórios e invade o mundo da música. Os bolachões estão em alta. Em 2008, o volume de vendas nos Estados Unidos foi 89% maior do que o ano anterior, são quase dois milhões de unidades vendidas. Artistas como Radiohead, Pink floyd e Guns n’ Roses apostam no formato, que deve continuar em franca expansão. W de Wii-Fit. O simulador de exercícios físicos da plataforma Nintendo Wii conquistou diversos públicos, inclusive os avesso aos videogames. Até fisioterapeutas o utilizam em tratamentos. A união de atividades físicas e jogos eletrônicos com muita diversão. X de Xadrez. Os diversos tons de xadrez devem estar presentes nas roupas brasileiras, sobretudo no inverno. Pode ser usado em diversas peças, de casacos a meias- calças, com tons jovens que emprestam leveza Yde Yoga. Com a valorização das culturas orientais e da busca por qualidade de vida, a prática de yoga ganha força. Procure uma escola e coloque em forma corpo e mente. Z de Zero. Zero açúcar, zero calorias e 100% saúde. A indústria, a cada dia mais, dá uma forcinha pra quem quer perder uns quilinhos ou tem rstrições alimentares. Mas não esqueça: dietas mirabolantes levam um grande zero. Saúde e boa forma, as maiores tendências, são alcançadas com boa alimentação e atividades físicas. Mas é claro que os antenados não perdem a chance de se beneficiar de terapias modernos e seguras, como o tratamento ortomolecular.