Reflezões sobre o desenvolvimento de Porto Alegre

Projetar e fomentar o desenvolvimento de uma cidade é seguir por um percurso desconhecido e ao mesmo tempo enraizado na herança do que somos – como o filho que nasce e é para seus pais e para si uma imensidão de possibilidades. Quando se fala em desenvolvimento, qualidades como ousadia e capacidade de antever cenários são indispensáveis. Mas quais setores são importantes estimular e que tipo de desenvolvimento queremos para nossa cidade? O relatório Doing Business do BIRD (Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento) colocou nossa cidade entre as mais favoráveis no Brasil para a atividade empresarial. Porém, quem foi, como eu, secretário de Indústria e Comércio da Cidade, sabe que há muito a se fazer, desde diminuir a burocracia até induzir, via incentivos, o nascimento ou recuperação de setores produtivos. Porto Alegre, como qualquer metrópole, tem vocações ainda inexploradas por um lado e “clusters” espontâneos, nascidos do empreendedorismo, por outro. Aí é que precisamos reconhecer potencilidades e interesses estratégicos, induzindo e fortalecendo aquilo que entendemos como vocação da cidade. Agora, em 2013, presido a Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e Mercosul (CEFOR) da Câmra Municipal. Nessa condição, propus e vamos, em parceria com universidades e convidando a sociedade estar conosco, examinar, em quatro grandes seminários, quais setores a cidade deve apoiar e quais políticas de estímulo para tanto. Ao fim, vamos propor ao executivo formas de induzir esses setores, de estimular clusters, ver segmentos crescerem e outros se consolidarem, tais como o das novas tecnologias, da indústria criativa, o do turismo de eventos e turismo médico, do comércio especializado, enfim, aqueles que se identificarem correlacionados com o tipo de desenvolvimento que queremos. Ao fim, mais que simplesmente desejar que a cidade ofereça oportunidades, vamos estimular que oportunidades aconteçam, como o pai que deseja, mas ao mesmo tempo pavimenta o caminho de seu filho.